Áreas de Concentração / Linhas de Pesquisa/ Professores

ESTRUTURA DO PROGRAMA (A PARTIR DE 2018)

 ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO, LINHAS DE PESQUISA, PROFESSORES

ORIENTADORES, TITULAÇÃO E TEMAS DE INVESTIGAÇÃO

  

ÁREA 1: PSICOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES E DO TRABALHO

Congrega estudos sobre processos psicológicos e sociais nos contextos de trabalho e das organizações

Linhas de pesquisa

Linha 1:  Processos psicossociais e de saúde no  trabalho e nas organizações

 Interações entre o comportamento individual e coletivo e os contextos organizacionais e de trabalho, com foco nas relações de trabalho, na cultura, nos processos de mudanças, na gestão de pessoas, nos sentidos e significados do trabalho, nas psicopatologias ocupacionais, na qualidade de vida e no bem estar do trabalhador.

    

Docentes permanentes:

Andrea Valéria Steil (Doutora em Engenharia de Produção, UFSC): Processos de aprendizagem, conhecimento e memória de equipes e organizações. Processos psicossociais em organizações. Gestão de pessoas. Análise do trabalho e modelagem de competências. Recompensas organizacionais e retenção de pessoas.

Narbal Silva (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Cultura organizacional. Aprendizagem nas organizações. Qualidade de vida e felicidade no trabalho. Gestão de pessoas por competências. Orientação para o período pós-carreira.

Roberto Moraes Cruz (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Psicologia, saúde e trabalho. Aspectos clínicos e epidemiológicos em saúde do trabalhador. Instrumentação psicológica em Psicologia do Trabalho. Avaliação de aprendizagens e habilidades profissionais.

Suzana da Rosa Tolfo (Doutora em Administração, UFRGS): Sentidos e significados do trabalho. Gestão de pessoas. Assédio moral. Trabalho e subjetividade na contemporaneidade. Processos psicossociais nas organizações e no trabalho. Qualidade de vida do trabalhador.

 

Linha 2: Formação profissional, desenvolvimento de carreira e inserção no trabalho

 Processos de orientação, identidade e formação profissional; planejamento e desenvolvimento de carreiras; inserção, trajetórias profissionais e aposentadoria.

             

Docentes permanentes:

Iúri Novaes Luna (Doutor em Sociologia Política, UFSC): Desenvolvimento de carreira. Processos de aposentadoria. Trabalho e subjetividade. Identidade profissional. Gestão de carreira nas organizações. Intervenções de carreira ao longo do ciclo vital.

Maiana Farias Oliveira Nunes (Doutora em Psicologia, USF): Desenvolvimento de carreira ao longo do ciclo vital. Adaptação, construção e validação de instrumentos para avaliação vocacional e de carreira. Avaliação e intervenção em Psicologia Positiva aplicada ao desenvolvimento de carreira.

 

 ÁREA 2: PSICOLOGIA SOCIAL E CULTURA

Congrega estudos em Psicologia Social com foco em práticas sociais e culturais em diferentes contextos e condições.

Linha 1: Estética, processos de criação e política.

Questões relativas à estética e processos de criação nas artes, na vida, no campo político e na esfera dos direitos humanos.

Docentes permanentes:

Ana Lúcia Mandelli de Marsillac (Doutora em Artes Visuais – História, teoria e crítica, UFRGS): Relações estéticas e processos de criação no campo da saúde e das artes. Intersecções entre Psicanálise, arte, saúde e política. Interdisciplinaridade e concepções de corpo na contemporaneidade.

Andréa Vieira Zanella (Doutora em Psicologia da Educação, PUC-SP): Psicologia social e arte; estética e processos de criação em diferentes contextos e práticas sociais; dialogia e resistências inventivas; questões metodológicas.

Kátia Maheirie (Doutora em Psicologia Social, PUC-SP): Estética e política; processos coletivos de criação em música e outras objetivações artísticas; movimentos sociais e formações coletivas.

 

Linha 2: Processos de Subjetivação, gênero e diversidades.

Produção de subjetividades no mundo contemporâneo e suas relações com os campos, histórico, político e cultural, considerando os processos de singularização, diversificação e diferenciação.

Docentes permanentes:

Adriano Beiras (Doutor Europeu em Psicologia Social, UAB, Barcelona – Espanha): Estudos de masculinidades, subjetividades e violências.  Serviços psicossociais de atenção a homens autores de violência contra mulheres. Gênero, sexualidades, epistemologias feministas e teoria queer. Construcionismo social. Famílias e conjugalidades. Temas em psicologia social jurídica e comunitária.

Mara Coelho de Souza Lago (Doutora em Psicologia Educacional, UNICAMP/SP): Sujeitos nos processos de urbanização; diferenças de gênero, gerações, classe, etnia, modos de vida. Intersecções entre psicologia, antropologia e psicanálise. Interdisciplinaridade; teorias feministas e de gênero.

Maria Chalfin Coutinho (Doutora em Ciências Sociais, UNICAMP): Dimensão subjetiva do trabalho contemporâneo (processos identitários, produções de sentido e práticas cotidianas) em suas articulações com: gênero; juventude; emprego e desemprego; participação e autogestão.

Maria Juracy Filgueiras Toneli (Doutora em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano, USP): Processos de subjetivação na interseccionalidade de sexo/gênero, classe social, raça/etnia e geração. (Hetero)normatividade, seus efeitos e articulações. Políticas do corpo e das sexualidades.

Mériti de Souza (Doutora em Psicologia Clínica, PUC/SP): Constituição subjetiva e processos históricos, políticos e culturais. Diferença e igualdade: lógicas identitárias, conhecimento e política. Sexualidades e corpos: dinâmica consciente-inconsciente e produção do sofrimento psíquico. Desconstrução, psicanálise, singularidade.

Marivete Gesser (Doutora em Psicologia, UFSC): Processos de subjetivação na intersecção com gênero, sexualidade, classe social, raça/etnia, geração e deficiência. A contribuição dos estudos sobre deficiência para o campo das políticas públicas. Práticas psicossociais na perspectiva dos direitos humanos. Processos educativos na perspectiva da educação inclusiva.

Raquel de Barros Pinto Miguel (Doutora em Ciências Humanas, UFSC).

Estudos de gênero e feminismo. Mídia e constituição de subjetividade. Processos educativos formais e não formais. História das mulheres. Mulheres e ciência.

Linha 3: Representações e práticas sociais.

Conhecimento social compartilhado, crenças e suas relações com práticas sociais, grupais e culturais.

Docentes permanentes:

Andréa Barbará S. Bousfield (Doutora em Psicologia, UFSC): Representações sociais de riscos ambientais, de saúde e sociais. Representações sociais, novas ideologias e problemas societários. Representações sociais do envelhecimento e do corpo.

Andréia Isabel Giacomozzi (Doutora em Psicologia, UFSC): Representações sociais do envelhecimento e do corpo. Representações sociais, novas ideologias e problemas societários. Representações sociais de riscos ambientais, de saúde e sociais.

Brigido Vizeu Camargo (Doutor em Psicologia Social, EHESS/França):  Representações sociais, novas ideologias e problemas societários.

ÁREA 3: SAÚDE E DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO

Congrega estudos sobre processos psicológicos no âmbito das interações entre saúde e desenvolvimento individual e social.

Linha 1:  Saúde e contextos de desenvolvimento psicológico.

Desenvolvimento psicológico e suas relações com a saúde das pessoas nos contextos ambiental, familiar, institucional e comunitário.

Docentes permanentes:

Carmen Leontina Ojeda Ocampo Moré (Doutora em Psicologia Clínica, PUC-SP)  Interações familiares e redes sociais significativas; Psicologia  na atenção à saúde; interações profissional-usuário/família no contexto hospitalar e comunitário.

Maria Aparecida Crepaldi (Doutora em Saúde Mental, UNICAMP): Saúde e desenvolvimento da criança e da família: fatores de risco orgânico e psicossocial e mecanismos de proteção. Interações usuário/família no contexto hospitalar e comunitário.

Marina Menezes (Doutora em Psicologia, UFSC): Psicologia da saúde da criança e do adolescente. Saúde mental e psicopatologias na infância. Significações sobre saúde e doenças. Processos de comunicação/interação entre profissionais de saúde, família e usuários dos serviços de saúde.

Mauro Luis Vieira (Doutor em Psicologia Experimental, USP.): Relações entre valores, crenças e práticas de mães, pais e cuidadores com desenvolvimento infantil; interação criança-criança, com ênfase na brincadeira, amizade e maus tratos entre pares.

Linha 2: Atenção psicossocial, cultura e ambiente.

Congrega estudos sobre o campo da Atenção Psicossocial em enfoque nas relações pessoa-ambiente, cultura e sofrimento psíquico.

Docentes permanentes:

Ariane Kuhnen (Doutora em Ciências Humanas, UFSC): Interações entre pessoas, grupos e o ambiente físico, em especial crianças e jovens em contextos urbanos e educacionais.  Relações entre desenvolvimento psicológico e ambiente. Percepção e representação ambiental e social. Compromisso ambiental e conduta sustentável.

 Daniela Ribeiro Schneider (Doutora em Psicologia Clínica, PUC/SP): Atenção Psicossocial em suas dimensões histórica e teórico-metodológica. Problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas: promoção da saúde, prevenção, cuidado, reabilitação psicossocial.

Lucienne Martins Borges (Doutora em Psicologia, Université du Québec à Trois-Rivières, Canadá): Psicopatologia, migrações e cultura. Violência e homicídio conjugal e familiar.

 

Linha 3: Avaliação em saúde, desenvolvimento e processos psicológicos básicos.

Avaliação de processos psicológicos e programas em saúde e desenvolvimento; avaliação em neuropsicologia e em psicologia cognitiva experimental.

Docentes permanentes:

Carlos Henrique Sancineto da Silva Nunes (Doutor em Psicologia do Desenvolvimento, UFRGS): Construção, validação e padronização de instrumentos de medida; avaliação da personalidade e cognição; avaliação informatizada em psicologia.

Carolina Baptista Menezes (Doutora em Psicologia, UFRGS): Psicologia Cognitiva Experimental. Estudo experimental das emoções. Regulação atencional. Regulação emocional. Aspectos cognitivos, comportamentais e emocionais das práticas de meditação, mindfulness e yoga.

Fernanda Machado Lopes (Doutora em Psicologia do Desenvolvimento, UFRGS): Psicologia Cognitiva Experimental. Aspectos neuropsicológicos e comportamentais do uso/abuso de drogas e outras psicopatologias. Intervenções Cognitivas e Comportamentais.

Natália Martins Dias (Doutora em Distúrbios do Desenvolvimento, Mackenzie):

Neuropsicologia cognitiva. Desenvolvimento e estudo de propriedades psicométricas de instrumentos de avaliação neuropsicológica. Desenvolvimento e estudo de intervenções em neuropsicologia, com ênfase na promoção cognitiva. Dificuldades e Transtornos de aprendizagem. Ênfase na aplicação da neuropsicologia ao estudo do desenvolvimento cognitivo na infância e à Educação.

Roberto Moraes Cruz – (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Avaliação de processos e procedimentos em saúde. Construção e adaptação de instrumentos para diagnósticos, intervenção, prevenção e reabilitação psicológica.