Áreas de Concentração / Linhas de Pesquisa/ Professores

ESTRUTURA DO PROGRAMA (A PARTIR DE 2018)

 ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO, LINHAS DE PESQUISA, PROFESSORES

ORIENTADORES, TITULAÇÃO E TEMAS DE INVESTIGAÇÃO

  

ÁREA 1: PSICOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES E DO TRABALHO

Congrega estudos sobre processos psicológicos e sociais nos contextos de trabalho e das organizações

Linhas de pesquisa

Linha 1:  Processos psicossociais e de saúde no  trabalho e nas organizações

 Interações entre o comportamento individual e coletivo e os contextos organizacionais e de trabalho, com foco nas relações de trabalho, na cultura, nos processos de mudanças, na gestão de pessoas, nos sentidos e significados do trabalho, nas psicopatologias ocupacionais, na qualidade de vida e no bem estar do trabalhador.

    

Docentes permanentes:

Andrea Valéria Steil (Doutora em Engenharia de Produção, UFSC): Processos de aprendizagem, conhecimento e memória de equipes e organizações. Processos psicossociais em organizações. Gestão de pessoas. Análise do trabalho e modelagem de competências. Recompensas organizacionais e retenção de pessoas.

Narbal Silva (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Cultura organizacional. Aprendizagem nas organizações. Qualidade de vida e felicidade no trabalho. Gestão de pessoas por competências. Orientação para o período pós-carreira.

Roberto Moraes Cruz (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Psicologia, saúde e trabalho. Aspectos clínicos e epidemiológicos em saúde do trabalhador. Instrumentação psicológica em Psicologia do Trabalho. Avaliação de aprendizagens e habilidades profissionais.

Suzana da Rosa Tolfo (Doutora em Administração, UFRGS): Sentidos e significados do trabalho. Gestão de pessoas. Assédio moral. Trabalho e subjetividade na contemporaneidade. Processos psicossociais nas organizações e no trabalho. Qualidade de vida do trabalhador.

 

Linha 2: Formação profissional, desenvolvimento de carreira e inserção no trabalho

 Processos de orientação, identidade e formação profissional; planejamento e desenvolvimento de carreiras; inserção, trajetórias profissionais e aposentadoria.

             

Docentes permanentes:

Iúri Novaes Luna (Doutor em Sociologia Política, UFSC): Desenvolvimento de carreira. Processos de aposentadoria. Trabalho e subjetividade. Identidade profissional. Gestão de carreira nas organizações. Intervenções de carreira ao longo do ciclo vital.

Maiana Farias Oliveira Nunes (Doutora em Psicologia, USF): Desenvolvimento de carreira ao longo do ciclo vital. Adaptação, construção e validação de instrumentos para avaliação vocacional e de carreira. Avaliação e intervenção em Psicologia Positiva aplicada ao desenvolvimento de carreira.

 Marúcia Patta Bardagi (Doutora em Psicologia, UFRGS): Escolha profissional na adolescência. Desenvolvimento de carreira de universitários. Construção e validação de instrumentos para avaliação vocacional e de carreira. Intervenções de carreira ao longo do ciclo vital.

 

 ÁREA 2: PSICOLOGIA SOCIAL E CULTURA

Congrega estudos em Psicologia Social com foco em práticas sociais e culturais em diferentes contextos e condições.

Linha 1: Estética, processos de criação e política.

Questões relativas à estética e processos de criação nas artes, na vida, no campo político e na esfera dos direitos humanos.

Docentes permanentes:

Ana Lúcia Mandelli de Marsillac (Doutora em Artes Visuais – História, teoria e crítica, UFRGS): Relações estéticas e processos de criação no campo da saúde e das artes. Intersecções entre Psicanálise, arte, saúde e política. Interdisciplinaridade e concepções de corpo na contemporaneidade.

Andréa Vieira Zanella (Doutora em Psicologia da Educação, PUC-SP): Psicologia social e arte; estética e processos de criação em diferentes contextos e práticas sociais; dialogia e resistências inventivas; questões metodológicas.

Kátia Maheirie (Doutora em Psicologia Social, PUC-SP): Estética e política; processos coletivos de criação em música e outras objetivações artísticas; movimentos sociais e formações coletivas.

 

Linha 2: Processos de Subjetivação, gênero e diversidades.

Produção de subjetividades no mundo contemporâneo e suas relações com os campos, histórico, político e cultural, considerando os processos de singularização, diversificação e diferenciação.

Docentes permanentes:

Adriano Beiras (Doutor Europeu em Psicologia Social, UAB, Barcelona – Espanha): Estudos de masculinidades, subjetividades e violências.  Serviços psicossociais de atenção a homens autores de violência contra mulheres. Gênero, sexualidades, epistemologias feministas e teoria queer. Construcionismo social. Famílias e conjugalidades. Temas em psicologia social jurídica e comunitária.

Mara Coelho de Souza Lago (Doutora em Psicologia Educacional, UNICAMP/SP): Sujeitos nos processos de urbanização; diferenças de gênero, gerações, classe, etnia, modos de vida. Intersecções entre psicologia, antropologia e psicanálise. Interdisciplinaridade; teorias feministas e de gênero.

Maria Chalfin Coutinho (Doutora em Ciências Sociais, UNICAMP): Dimensão subjetiva do trabalho contemporâneo (processos identitários, produções de sentido e práticas cotidianas) em suas articulações com: gênero; juventude; emprego e desemprego; participação e autogestão.

Maria Juracy Filgueiras Toneli (Doutora em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano, USP): Processos de subjetivação na interseccionalidade de sexo/gênero, classe social, raça/etnia e geração. (Hetero)normatividade, seus efeitos e articulações. Políticas do corpo e das sexualidades.

Mériti de Souza (Doutora em Psicologia Clínica, PUC/SP): Constituição subjetiva e processos históricos, políticos e culturais. Diferença e igualdade: lógicas identitárias, conhecimento e política. Sexualidades e corpos: dinâmica consciente-inconsciente e produção do sofrimento psíquico. Desconstrução, psicanálise, singularidade.

Marivete Gesser (Doutora em Psicologia, UFSC): Processos de subjetivação na intersecção com gênero, sexualidade, classe social, raça/etnia, geração e deficiência. A contribuição dos estudos sobre deficiência para o campo das políticas públicas. Práticas psicossociais na perspectiva dos direitos humanos. Processos educativos na perspectiva da educação inclusiva.

Docentes colaboradores:

Fernando Aguiar Brito de Sousa (Doutor em Filosofia, Universidade Católica de Louvain, Bélgica): A prática universitária da psicanálise (ensino, pesquisa, clínica-escola, interfaces); a situação atual da psicanálise (formação; ensino; extensão); a metodologia de pesquisa em psicanálise.

Linha 3: Representações e práticas sociais.

Conhecimento social compartilhado, crenças e suas relações com práticas sociais, grupais e culturais.

Docentes permanentes:

Andréa Barbará S. Bousfield (Doutora em Psicologia, UFSC): Representações sociais, comunicação e riscos sociais e ambientais. Práticas sociais sobre saúde, corpo e envelhecimento.

Andréia Isabel Giacomozzi  (Doutora em Psicologia, UFSC): Representações sociais, risco e práticas sociais sobre saúde / doença, processos de envelhecimento e violências; representações, práticas sociais, comparação social e estereótipos do corpo e da beleza; Representações Sociais sobre temas em psicologia jurídica e comunitária.

Brígido Vizeu Camargo (Doutor em Psicologia Social, EHESS/França):  Representações sociais e comunicação preventiva sobre doenças crônicas; representações e práticas sociais sobre o corpo; estereótipos e representações sociais do processo de envelhecimento.

 

ÁREA 3: SAÚDE E DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO

Congrega estudos sobre processos psicológicos no âmbito das interações entre saúde e desenvolvimento individual e social.

 

Linha 1:  Saúde e contextos de desenvolvimento psicológico.

Desenvolvimento psicológico e suas relações com a saúde das pessoas nos contextos ambiental, familiar, institucional e comunitário.

Docentes permanentes:

Adriano Henrique Nuernberg (Doutor em Ciências Humanas – UFSC, Pós-Doutorado em Psicologia – UFRGS): Estudos sobre Deficiência na Saúde e na Educação.

Carmen Leontina Ojeda Ocampo Moré (Doutora em Psicologia Clínica, PUC-SP)  Interações familiares e redes sociais significativas; Psicologia  na atenção à saúde; interações profissional-usuário/família no contexto hospitalar e comunitário.

Carolina Baptista Menezes (Doutora em Psicologia, UFRGS): Psicologia Cognitiva Experimental. Estudo experimental das emoções. Regulação atencional. Regulação emocional. Aspectos cognitivos, comportamentais e emocionais das práticas de meditação, mindfulness e yoga.

Fernanda Machado Lopes (Doutora em Psicologia do Desenvolvimento, UFRGS): Psicologia Cognitiva Experimental. Aspectos neuropsicológicos e comportamentais do uso/abuso de drogas e outras psicopatologias. Intervenções Cognitivas e Comportamentais.

Maria Aparecida Crepaldi (Doutora em Saúde Mental, UNICAMP): Saúde e desenvolvimento da criança e da família: fatores de risco orgânico e psicossocial e mecanismos de proteção. Interações usuário/família no contexto hospitalar e comunitário.

Mauro Luis Vieira (Doutor em Psicologia Experimental, USP.): Relações entre valores, crenças e práticas de mães, pais e cuidadores com desenvolvimento infantil; interação criança-criança, com ênfase na brincadeira, amizade e maus tratos entre pares.

Linha 2: Atenção psicossocial, cultura e ambiente.

Congrega estudos sobre o campo da Atenção Psicossocial em enfoque nas relações pessoa-ambiente, cultura e sofrimento psíquico.

Docentes permanentes:

Ariane Kuhnen (Doutora em Ciências Humanas, UFSC): Interações entre pessoas, grupos e o ambiente físico, em especial crianças e jovens em contextos urbanos e educacionais.  Relações entre desenvolvimento psicológico e ambiente. Percepção e representação ambiental e social. Compromisso ambiental e conduta sustentável.

 Daniela Ribeiro Schneider (Doutora em Psicologia Clínica, PUC/SP): Atenção Psicossocial em suas dimensões histórica e teórico-metodológica. Problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas: promoção da saúde, prevenção, cuidado, reabilitação psicossocial.

Lucienne Martins Borges (Doutora em Psicologia, Université du Québec à Trois-Rivières, Canadá): Psicopatologia, migrações e cultura. Violência e homicídio conjugal e familiar.

 

Linha 3: Avaliação em saúde e desenvolvimento.

Medidas e avaliação de fenômenos e processos psicológicos em saúde e desenvolvimento.

Docentes permanentes:

Carlos Henrique Sancineto da Silva Nunes (Doutor em Psicologia do Desenvolvimento, UFRGS): Construção, validação e padronização de instrumentos de medida; avaliação da personalidade e cognição; avaliação informatizada em psicologia.

Roberto Moraes Cruz – (Doutor em Engenharia de Produção, UFSC): Avaliação de processos e procedimentos em saúde. Construção e adaptação de instrumentos para diagnósticos, intervenção, prevenção e reabilitação psicológica.